“Não vai ter golpe”, vai ter renúncia



Acredito que a nobre “Presidenta” Dilma não seja tão valente quanto seus tropeçados discursos em relação a sua permanência na presidência.

Também não acredito que vá deixar escapar a oportunidade de continuar com mordomias ao arriscar esperar a certa votação do Senado que irá cassar seu mandato.

Um ex- presidente conforme Lei Federal nº 7.474 de 1986, a qual teve novas redações pelas leis nº 8889 de 1994 e a lei 10609 de 2002, regulamentada pelo Decreto nº 6.381 de 2008, poderá ela renunciando ter direito a servidores para segurança e apoio pessoal, dois veículos oficiais com motoristas, totalizando oito servidores vitalícios com salários em média de R$ 2.500,00 a R$ 8.500,00, renovação de frota e combustível à vontade. Estima-se que um ex-presidente possa vir a custar R$ 650.000,00 por ano ao povo brasileiro.

Isto é o que está à luz da lei, na escuridão da lei tudo pode acontecer com os valores  “mordomicos”.

A “Presidenta” não entrará para história como uma “Presidenta” cassada pelo Senado, ela irá renunciar e manter-se a margem de todos os benefícios que a constituição lhe faculta.

A lógica para ela não existe, ela é ilógica, portanto sua ideologia de ativista termina onde seus interesses prevalecem e o amparo legal a conduza nos braços para o desconforto do povo brasileiro. Nos restará o dissabor de não tê-la cassado pela Constituição e ainda teremos de mantê-la na boa vida como "ex-presidenta" pela Constituição.

Comentários

  1. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pessoa positiva ou otimista

O Estado de São Paulo é a locomotiva do Brasil

Só o Amor não basta, é necessário paciência