Lula invoca Jesus e crucifica Tiradentes



Em um de seus esquecíveis pronunciamentos o nobre ex-presidente Lula invoca Jesus, equiparando de maneira herege o sofrimento de Cristo ao dele e do PT, numa tentativa de tornar compreensíveis as atrocidades a Constituição que continuam promovendo.

Jesus foi crucificado ao lado de dois ladrões: Dimas e Gestas. Estes dois ladrões eram perigosos e atuavam nos desertos de passagem para o Egito. Conta à lenda que teriam encontrado Maria, José e Jesus fugindo da perseguição do rei Herodes a caminho do Egito. Na abordagem Dimas os protegeu, pois havia um costume de nunca roubar, nem matar, crianças, velhos e mulheres. Dimas também deu abrigo a Jesus e seus pais.

Na cruz Dimas diz a Jesus: “lembra-te de mim, quando entrares no teu reino”. Jesus reponde: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso”. Enquanto Gestas blasfemava dizendo: “Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós”. Dimas fala a favor de Jesus repreendendo Gestas: “Nem temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós na verdade, aqui estamos com justiça, porque recebemos o que nossos feitos merecem, mas este Homem não fez mal algum”.

Quem és tu nobre ex-presidente Lula, Dimas ou Gestas?  A terceira opção nem pensar...

Tiradentes, Joaquim José da Silva Xavier, não foi crucificado, foi enforcado e esquartejado e tornou-se o mártir da Independência.

Nobre ex-presidente Lula, o senhor não está na cruz, está no Brasil, mas se a cruz e a forca lhe serviram de inspiração ainda há tempo para que sua alma seja salva, pelo menos no céu, assuma e arrependa-se de seus atos contra nossa bandeira e nossa nação.

Por acaso Vossa Excelência pensa em se tornar mártir?

Então encontre uma causa maior do que esta que vem praticando ao longo de sua carreira política. Causa que não o faça hospede da “Republica de Curitiba”.

Com todo respeito nobre ex-presidente, citar Jesus e Tiradentes como formula de enaltecer o seu próprio ego comparando-se de maneira subliminar a eles, é comportamento de quem não teme a verdade de sua própria conduta. Não é porque ganhou um trono que sois rei. Talvez o senhor se torne mártir, mas não nesta encarnação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pessoa positiva ou otimista

O Estado de São Paulo é a locomotiva do Brasil

Só o Amor não basta, é necessário paciência