Uber merece ser regulamentado



Estamos em um país onde a democratização de mercado deve prevalecer em benefício do povo.

Diante da agressividade, crueldade e até mesmo desumanidade de taxistas que atacaram veículos UBER e seus passageiros, fica evidente aos usuários que se utilizam dos serviços destes taxistas, que estão sendo conduzidos por motoristas violentos e põe violento nisso.

Tal fato causa temeridade aos usuários de Taxi e se não bastasse isto, as manifestações dos taxistas também são repletas de agressividade.

Destruíram sua própria imagem como profissionais e empreendedores de uma economia livre. Mostram-se incompetentes diante da concorrência e vulgares nas atitudes.

O Sindicato dos taxistas ao invés de promover movimentos agressivos deveria promover capacitação e criar novas estratégias para seus membros.

Imaginem se atacar e vandalizar concorrentes se tornar moda: um shopping inaugurado ao lado do outro deve ser queimado e destruído; um bar que abre ao lado do outro deve ser vandalizado...

Temos de aprender a conviver com a concorrência, e não vandalizá-la.

O “riquexo” foi o primeiro meio de transporte de pessoas, puxado por um homem. As coisas foram se aperfeiçoando e ninguém vandalizou os modelos de “riquexo” que foram surgindo ao longo do tempo.

Lembro quando taxistas usavam quepe e gravata, hoje a maioria não tem a mínima preocupação com sua aparência, vestimentas e até mesmo com o veículo.

Os taxistas precisam evoluir com a concorrência e não a vandalizar, isto demonstra falta de capacidade em desenvolver sua atividade com ética e civismo, além de enaltecer e incentivar a violência social.

Sejam melhores que o UBER senhores taxistas, da maneira que estão agindo colocam-se de forma muito inferior. Se continuar assim as pessoas vão de UBER cada vez mais, inclusive eu...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pessoa positiva ou otimista

O Estado de São Paulo é a locomotiva do Brasil

Origem do Dia do Amigo