Voto Reversível X Plebiscito



 

Como é impressionante a habilidade dos políticos em dar um giro fenomenal nos assuntos que realmente interessam ao povo brasileiro e ainda são portadores de uma imaginação além do natural, chegando ao estágio do sobrenatural, assim considero a tática do Plebiscito da Dilma.

Plebiscito para saber o que o povo deseja de mudanças é o assunto do momento, nem se fala mais dos gols do Neymar.

Já dá para sentir o tom das novas notícias e o elevado número de pessoas que farão debates e mais debates sobre o assunto e como o Plebiscito pode atender as exigências do povo sem ferir a Constituição.

A nossa Constituição não aguenta mais ser ferida com tanta improbidade política que é cometida neste país pela classe que foi eleita para defender os anseios do povo e da nação.

Mas quando chegam lá, tomam chá de interesses próprios com bolacha de amnésia e descansam em nosso Berço Esplendido.

Não é necessário um Plebiscito a base de mais desperdício de tempo e dinheiro público para conhecer a vontade politíca dos Brasileiros.

Acredito que bastaria incluir em nossa Constituição o sistema de Voto Reversível.

O funcionamento é simples: o político é eleito por Voto identificável, assume o seu mandato e se não executar seu cívico papel de representante do povo, os cidadãos que o elegeram podem fazer a retirada de seu voto. Caso o político tenha um número de retirada de votos que o coloque em posição abaixo da média necessária a qual permitiu-lhe ser eleito, será considerado inelegível e perde seus direitos políticos sem chance de candidatar-se novamente.

Eis uma democracia que “emana do povo para o povo”.


É a urna salvando a nossa Bandeira.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pessoa positiva ou otimista

O Estado de São Paulo é a locomotiva do Brasil

Só o Amor não basta, é necessário paciência