Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Eu não sou estatística sou um cidadão

Imagem
Um amigo me disse:
“Pela segunda vez, ele foi vítima de um assalto por bandidos fortemente armados após efetuar pagamento na agência bancária com que trabalha desde 1980. Os meliantes o seguiram desta vez durante mais de uma hora, até rendê-lo totalmente com fortes ameaças e armas em punho, quando desceu de seu veículo em frente de casa.
 Nem mesmo sendo já refém total, sem reagir, deixou de ser aviltado e ofendido pelos dois motoboys que praticavam o crime.
Não bastasse, seu filho de dez anos assistiu a tudo de uma janela. Viu o pai na mira de pistolas e ameaçado ao extremo.
Após o fato, fui exercer meu papel de cidadão, dirigi-me ao Distrito Policial do bairro que resido na Cidade de São Paulo, onde esperei por algumas horas. Resolvi voltar mais tarde, voltei à noite, esperei por outras tantas horas e fui aconselhado a voltar no dia seguinte. O motivo, o Distrito Policial estava lavrando flagrante de apreensão de drogas... 
Entre idas e vindas, mais uma vez aguardei por quase duas horas,…